Carregando...

Black Codes Consulting, consultoria de comunicação e estratégia de mercado com enfoque racial é premiada pelo Programa de Apoio a Empreendedores Afro-Brasileiros do BID

São Paulo, novembro de 2016 - A Black Codes, consultoria estratégica de comunicação e inteligência de mercado com enfoque na temática racial, criada pela gestora de eventos paulistana Adriana Barbosa, é uma das premiadas pelo Inova Capital - Programa de Apoio a Empreendedores Afro-Brasileiros do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Inédito no país, o programa visa identificar afro-empreendedores com ideias inovadoras, negócios de alto potencial de crescimento e com impacto social e ambiental, prepara-los para apresentar seus negócios a investidores e receber investimentos, além buscar desenhar novos mecanismos de investimento públicos e/ou privados direcionados a apoiar afro-empreendedores. Oprograma investirá US$ 500 mil no país até o final de 2017.

A Black Codes ficou em segundo lugar entre os quatro empreendimentos reconhecidos na competição de negócios organizada pelo BID em parceria com a Anjos do Brasil este ano. A consultoria atua com foco nos segmentos com maior amadurecimento no universo de consumo junto a população negra como, por exemplo, beleza e bem-estar, moda, serviços, bens duráveis e governos. Tem parcerias com o Google e o Consulado dos Estados Unidos e entre os clientes estão Avon, Instituto Avon e House Of Chetham (Atlanta-EUA), além da Feira Cultural Preta, criada pela própria Adriana e que há 14 anos fomenta negócios de empreendedores negros. Neste período, a Feira Cultural Preta teve a participação de 600 artistas, 500 expositores do país e do exterior, 130 mil visitantes e movimentou de R$ 4 milhões. 

Adriana também participou da capacitação promovida pelo Inova Capital para 30 empreendedores brasileiros no primeiro semestre deste ano. “Até aqui eu empreendia de uma forma visceral orgânica. O curso fez com que eu me profissionalizasse e me trouxe de volta para o empreendedorismo, que é a minha missão. Desisti de ser funcionária”, diz ela, que constituiu a Black Codes em parceria com Diego Gervaes, Publicitário e Antropológo .

Atualmente, o Inova Capital está dando visibilidade aos negócios dos 30 participantes do programa por meio do site www.inovacapital.net.br, redes sociais, email marketing e relacionamento com a mídia. Paralelamente, o BID está conduzindo um levantamento no país sobre o mercado afro-brasileiro, envolvendo preferências de marcas, comportamento do consumidor e publicidade nas redes sociais.

“Isso nos dará um direcionamento de como atuar para desenvolver ainda mais o empreendedorismo afro-brasileiro e reduzir a desigualdade”, diz Luana Marques Garcia, especialista em Desenvolvimento Social da Divisão de Gênero e Diversidade do BID.   A execução do programa é da Endeavor, da Anjos do Brasil e da Key Associados, que também responde pela coordenação geral no país. O Sebrae, o Instituto Adolpho Bauer e a Secretaria Municipal de Promoção da Igualdade Racial de São Paulo (SMPIR) são parceiros estratégicos e o Insper é apoiador.

Black Codes promove encontro informal com parceiros estratégicos de negócios e do investimento social privado

Adriana Barbosa e Diego Gervaes, idealizadores da Black Codes, convidaram parceiros e amigos para um descontraído encontro de apresentação de sondagens exploratórias sobre comportamentos e atitudes da juventude negra paulistana. O encontro contou com a presença de Mafoane Odara do Instituto Avon, Selma Moreira e Thiago Massagardi do Fundo Baobá, Fernando Montenegro do Instituto Etnus, Patricia Santos da EMPREGUEAFRO entre outros. No encontro, o grupo elaborou estratégias de visibilidade e approach junto à potenciais parceiros com afinidade com as questões de raça na comunicação e nos negócios.